Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2006

Posturas ...

Acho cada vez mais o ser humano um animal fascinante.

Contraditório, utópico, hiper-realista ... Porque se nos convém somos assim, porque se não dá jeito somos completamente diferentes... Porque se a convicção nos ajudar agarramo-nos a ela com unhas e dentes, porque se for incómoda nem interessa assim tanto... Porque o dinheiro não chega para tirar fotocópias mas chega para grandes almoçaradas! Porque estamos demasiado cansados para sair com a amiga verdadeira que nos diz as coisas que não queríamos ouvir mas (pensando melhor) temos força para tomar café com um ou outro adulador!

Eu detesto este tipo de incoerência! Detesto que sejamos assim. Detesto detestar esta caracteristica e saber que, por vezes, a tenho.

No entanto, consola-me saber que sou incoerente em pequenas coisas e não nas que importam verdadeiramente. Não abdico da essência do ser. Abdico de pequenas coisas. Sou inconstante na força com que acredito nas coisas. Num dia acredito mesmo que sim, no outro não tenho tanta certeza.

Não quero dizer que nos devamos fechar à mudança. Mas a construção do ser implica alguma constância. Eu sou alguma coisa na medida em que a vou sendo. Não sou apenas hoje mas também amanhã e depois. Eu sou de determinada forma, uma vez que defendo alguns valores, convicções, .... se os mudar constantemente , será que eu SOU de alguma forma? de que forma sou?

Seremos? Que postura temos? Somos coerentes? Somos mesmo nós ou somos o que os outros esperam que sejamos, o que nos dizem que devemos ser?

As interrogações nunca têm uma resposta. Vou observando. Talvez consigo racionalizar sobre isto - e abandonar o SER, parti-lo em pedaços que vou espalhando por aqui.
posted by mrafiki às 19:11
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De ? a 23 de Fevereiro de 2006 às 23:32
Recentemente, uma amiga disse-me: "nós vamos-nos construindo à medida que o tempo passa. Todos os dias encontramos uma coisa nova em nós!" e foi o mais lindo que um dia me podiam ter dito.
Acho que o ser humano ainda não se encontrou, nem sabe muitas vezes o que quer, mas sei que é um desafio à mente em que acreditar, o que fazer, como agir...e acima de tudo: TERTARMOS SERMOS NÓS PRÓPRIOS TODOS OS DIAS, ou seja, REDESCOBRIRMOS-NOS TODOS OS DIAS!!!!
Carpe diem... Xi
</a>
(mailto:)

Comentar post

.pedaços de mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Volenti non fit injuria

. De súbito….

. Natalices...

. Diferenças

. Egos...

. Neuras de domingo...

. The coming back

. Coimbra

. Porque há pessoas que nun...

. Portugal,Portugueses

.arquivos

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds